Skip to main content

O isolamento social provocado pela pandemia de Covid-19 acelerou a mudança de comportamento dos consumidores nos processos de compras. No conforto do lar e sem a necessidade de enfrentar dificuldades com trânsito, estacionamento e segurança, as pessoas buscam soluções imediatas e experiências surpreendentes por meio da pluralidade de opções disponíveis no ambiente virtual.

Por conta disso, o e-commerce segue a forte tendência de crescimento, razão pela qual a indústria busca expandir as operações comerciais em harmonia com a rede de distribuidores, ciente de que o ambiente virtual exige cuidados e estruturas diferentes do que se experimenta nas lojas físicas.

Como os custos para a atuação no comércio eletrônico são relativamente baixos, a modalidade se torna bastante atrativa. Todavia, é necessário desenvolver cuidadosamente todas as etapas do modelo de negócio e utilizar as melhores soluções digitais para proporcionar experiências satisfatórias aos clientes.

Inovação As constantes inovações tecnológicas têm favorecido as ações de marketplace de modo que o segmento comercial apresentou crescimento de 52% no ano passado conforme relatório apresentado por E-commerce Brasil. Para muitas empresas, a atuação na modalidade foi a única forma de sobrevivência. Já para determinados grupos, a atividade trouxe a oportunidade de ampliar e diversificar os negócios. Ambos os casos implicam em novas práticas comerciais que objetivam o atendimento de crescentes demandas de consumidores cada vez mais exigentes.

Adaptação O setor de Recursos Humanos da sua empresa deve estar atento às modificações para se adaptar às novidades do ambiente virtual, uma vez que é necessário reforçar a busca por profissionais qualificados e reter os melhores talentos. Para favorecer as tarefas do RH, a aplicação de metodologias ágeis e o uso de ferramentas digitais são fundamentais para otimizar os resultados e contribuir em todas as etapas dos processos seletivos, treinamentos, capacitações, avaliações de desempenho, mensuração de produtividade, além de fornecer o suporte adequado às demais áreas da organização. Os novos tempos exigem dinamismo e alta capacidade de adaptação.

Ecossistema digital O estabelecimento de uma rede interconectada de clientes, parceiros, franquias, fornecedores, prestadores de serviços terceirizados, aplicativos e até concorrentes é de fundamental importância para o desenvolvimento do comércio digital, pois incentiva a participação de seus membros através de canais de contato que se multiplicam consideravelmente. O sucesso do ecossistema de parceiros depende de fatores como: aplicação das melhores estratégias; parceiros comprometidos; base significativa de usuários; escalabilidade e flexibilidade; preços e recursos adequados; busca de alcance global; interatividade e colaboração. Isso exige que os profissionais da indústria e do varejo aprendam a ser cada vez mais estratégicos e percebam as vantagens das mudanças.

Tendências Segundo estudos do Fórum Econômico Mundial, o avanço tecnológico deve provocar a perda de mais de sete milhões de empregos até o final de 2021, principalmente em atividades ligadas à área administrativa. Os que não se adaptarem às novas relações econômicas, terão dificuldades. E isso vale tanto para empresas como profissionais. A pesquisa indica, ainda, duas profissões que devem se destacar e alcançar maior demanda no mercado: analista de dados e vendedores especializados. À medida que o marketplace evolui, faz-se necessário investir novos recursos e promover adaptações aos negócios para ampliar a conversão de vendas, garantir a satisfação dos consumidores e obter boas avaliações.

Solução definitiva Se a sua empresa precisa de apoio nessa área, Energy Group disponibiliza uma solução fácil, rápida e objetiva – Sellerfy – que possibilita alavancar os seus negócios e alcançar destaque no mercado, de modo a surpreender o consumidor com oportunidades incríveis.

Leave a Reply