Skip to main content

Muitas empresas no mercado nunca repararam, mas existem uma série de desafios e gargalos que um E-commerce pode resolver, especialmente para a indústria que decide vender para o seu consumidor final.

O comércio eletrônico vem crescendo cada ano mais e, com isto, os benefícios deste tipo de venda também começam a ser valorizados.

No entanto, as adversidades deste ramo continuam existindo e, para contorná-las de forma autêntica, é preciso conhecê-las a fundo e ter criatividade para encontrar maneiras e ferramentas que te ajudem.

Pensando nisso, criamos um conteúdo completo com alguns dos gargalos que um E-commerce pode resolver na indústria.

Mas afinal, o que são gargalos?

Os gargalos da indústria podem ser definidos como qualquer obstáculo que possa influenciar o andamento dos processos e os resultados em um negócio.

Esse tipo de problema pode surgir em qualquer uma das etapas do desenvolvimento do trabalho.

As suas consequências podem ser diversas, como custos elevados, equipes menos produtivas, redução do lucro e da competitividade, queda na qualidade do produto e até mesmo insatisfação dos clientes.

Quais são alguns dos gargalos que um E-commerce pode ajudar a resolver para a indústria?

Existem alguns gargalos que são muito recorrentes na indústria e que atrapalham a produção e os resultados principais de uma empresa.

O primeiro passo para lidar com eles é saber quais são os principais desafios deste tipo de projeto.

Conflito de canal entre a revenda e a indústria

Um conflito de canal surge quando um dos membros de uma linha de distribuição percebe outro membro como adversário em seu negócio.

Quando uma indústria ou mesmo uma rede de franquias decide colocar um e-commerce no ar, uma das coisas mais comuns de acontecer é encontrar resistência entre a sua rede de revendedores, uma vez que estes vendem para o consumidor final.

Isso acontece porque quando a indústria decide vender diretamente para o consumidor final, as revendas enxergam aquele canal como um concorrente direto, gerando insatisfação e receio em todo o ecossistema de vendas.

Trabalhando este canal de maneira inteligente, é possível fazer com que todas as revendas façam parte do projeto, gerando demanda para eles e tirando a maior parte da carga logística da própria indústria.

Desta maneira a indústria consegue gerar demanda para a revenda e o e-commerce passa a se tornar um projeto colaborativo entre todas as pontas do ecossistema de vendas.

Guerra de preços nos Marketplaces

Se um distribuidor utiliza preços mais altos para obter um lucro maior e mais fácil, pode acabar resultando em pouca demanda vinda dos consumidores.

Ao mesmo passo que uma revenda que decide jogar o preço de determinado produto muito para baixo pode desestabilizar o mercado de maneira negativa, prejudicando demais vendedores que não conseguem baixar muito seu preço.

A indústria com um e-commerce pode se blindar desse tipo de situação.

Esta técnica faz com que todos os parceiros da empresa ofereçam o produto, pelo mesmo preço dentro do canal de vendas a indústria.

Como o E-commerce pode resolver a falta de Infraestrutura e Tecnológica

Mais um dos gargalos que um E-commerce pode resolver é a falta de infraestrutura e tecnológica, da qual resulta em problemas consideráveis para uma empresa.

A falta de bons serviços para fazerem com que o cliente obtenha um produto específico de forma rápida e fácil pode acabar trazendo um baixo lucro para a companhia, além de apresentar uma péssima experiência ao consumidor.

Por outro lado, o comércio virtual pode mudar o rumo deste tipo de problema, justamente pelo formato de suas plataformas.

Estrutura de site

A estrutura do site está diretamente ligada ao sucesso do seu e-commerce e não tem como falar de estrutura sem falar da plataforma de e-commerce.

A plataforma de e-commerce é a ferramenta utilizada para viabilizar suas vendas na internet, é muito que a plataforma contenha todos os recursos necessários para o seu projeto de e-commerce, caso contrário a forma como um cliente tem acesso aos produtos desejados de forma rápida e sem precisar sair de casa é um dos grandes benefícios oferecidos pelo E-commerce.

Um site com uma plataforma de fácil acesso e com todas as ferramentas necessárias para uma boa experiência, além de oferecer segurança na compra são tudo o que os consumidores estão buscando.

ERP

O ERP (sistema de gestão integrado), auxilia o gerenciamento de uma empresa E-commerce com os processos internos como vendas, finanças e estoques.

Existem diversos tipos e formatos de ERP’s, mas nem todas as empresas possuem processos efetivos integrados ao seu sistema, causando grandes gargalos operacionais que travam o crescimento e escala.

Isso inclusive acaba se tornando um grande gargalo para a indústria, porque nem todas as revendas possuem sistemas ERP que conseguem se conectar com a plataforma de e-commerce e mesmo que isso fosse possível acabaria onerando demais o projeto.

Por este motivo, encontrar soluções que atendam as necessidades tanto da indústria quanto da revenda pode fazer toda a diferença.

Com o Sellerfy, você não precisa se preocupar em integrar vários sistemas de ERP.

Estrutura de vendas e o E-commerce

Para que a sua loja virtual tenha destaque no mercado, é preciso que o seu produto seja visto pelos seus potenciais consumidores.

No entanto, existem algumas etapas que necessitam de atenção para fazer com que a estrutura de vendas do e-commerce tenha resultados positivos.

Cadastro de produto

Um dos grandes gargalos na subida de um projeto de e-commerce é o cadastro dos produtos, isso porque não basta apenas subir um texto simples e uma imagem é preciso levar conteúdo relevante.

Além disso, o formato das categorias da loja e dos atributos dos produtos são a chave para facilitar a experiência de compra dos consumidores finais.

Ao categorizar uma loja virtual, pense em como os vendedores respondem às perguntas de um cliente para oferecer o produto certo.

Já quando for criar o conteúdo para cadastrar produtos, tenha fotos com boa qualidade e para o desenvolvimento dos textos tente dizer o que ele é, para que ele serve e o que ele faz.

Estrutura operacional

Para iniciar qualquer operação de e-commerce é preciso estar preparado operacionalmente, isso quer dizer que toda a estrutura interna precisa estar preparada para isto.

E em se tratando da indústria, atender o B2C é algo completamente desafiador uma vez que a estrutura logística precisa ser adaptada, assim como enquadramento fiscal, atendimento ao consumidor e diversas outras camadas internas.

Justamente por este motivo, trazer a rede de revendas para junto da operação pode ser o grande viabilizador do e-commerce para a indústria.

Marketing digital

As ações de marketing digital com certeza possuem um papel de extrema importância para qualquer projeto de e-commerce, mas a grande diferença é que quando a indústria entra na jogada as oportunidades são ampliadas.

Isso porque o consumidor tende a confiar mais na loja da própria marca do que em outras, é um comportamento normal.

Além disso, a indústria pode ter mais recursos para investimentos em mídia, seja para branding da marca ou para performance, fazendo com que o alcance de potenciais consumidores em cada etapa do funil de marketing seja devidamente trabalhado e preenchido.

É preciso de uma consultoria para realizar o Projeto de Implantação B2C?

É de extrema importância para o negócio compreender todos os conceitos que vão facilitar a busca pelo sucesso da empresa e fidelizar clientes.

No entanto, se os conhecimentos necessários para realizar um projeto de implantação B2C em sua empresa estão fora de sua alçada, o ideal seria buscar ajuda de profissionais.

O motivo para isso é que este tipo de ferramenta deve ser utilizada da forma mais completa e efetiva possível, para que assim, o comércio atue da forma totalmente correta e vantajosa.

Falta de Branding com o cliente final

Um dos erros mais cometidos em um negócio é a falta de Branding com o cliente final e isso traz adversidades consideráveis para a empresa.

Esse tipo de estratégia está diretamente ligada ao propósito que a sua marca transmite ao seu público, sendo capaz de traçar um caminho mais curto para conquistar seus consumidores.

Por conta disto que este tipo de ferramenta também é um dos gargalos que um E-commerce pode resolver e trazer mais resultados.

Isso porque em uma plataforma online, o cliente oferece informações que podem ser valiosas para conquistar seus clientes para novas compras em seu negócio.

Construir marca é um desafio para qualquer empresa, mas a indústria pode já chegar no e-commerce com esta ponta fortalecida.

Logística compartilhada

A logística é sem sombra de dúvidas um dos maiores desafios em qualquer projeto de e-commerce e para a indústria, como falamos anteriormente, esse desafio é ampliado por questões operacionais.

Com isso, uma das grandes estratégias para viabilidade do projeto é compartilhar a logística com sua rede de revendas ou franqueados. Isso faz com que a indústria concentre o seu e-commerce sem gerar oportunidade e os revendedores em entregar o pedido no tempo correto.

Para que um E-commerce tenha bons resultados, é preciso ter atenção com alguns processos de venda e distribuição:

Manuseio de pedidos

A forma como a empresa executa o manuseio de pedidos da sua plataforma é muito importante para gerar uma boa experiência com seus clientes.

Isso porque neste quesito se encaixam informações como tempo de entrega, frete e forma de transporte.

Um E-commerce que exerce bem o manuseio de pedidos, tem um processo transparente junto do cliente, fazendo com que ele tenha mais confiança no momento de realizar suas compras.

Logística não integrada

Para ter bons resultados em sua empresa, é preciso contar com uma logística integrada. O motivo para isso é que quando ela não é feita, o processo de vendas da empresa pode acabar sendo prejudicado.

Este tipo de processo é responsável por passar informações para os fornecedores, que se encarregam de comunicar sobre a disponibilidade do que a empresa necessita no momento.

Portanto, se uma empresa apresenta uma logística não integrada, ela acaba tendo problemas em áreas como disponibilidade de seus serviços e na agilidade de suas entregas.

A partir de todas as informações apresentadas no texto, podemos ver os principais gargalos que um E-commerce poderá resolver quando utilizado da forma correta.

Se você está em busca de uma maneira inovadora de distribuir seus produtos e atender os seus clientes de forma diferenciada do mercado, conte com a Sellerfy.

Nossa empresa está disposta a apresentar uma maneira diferente de alavancar as suas vendas e trazer muitos benefícios aos seus consumidores.

Leave a Reply