Skip to main content

2022 chegou e com ele os novos desafios para os empreendedores. Afinal, vivemos num mercado que ainda está instável e os negócios precisam se preparar. A melhor forma de fazer isso é realizando o planejamento de e-commerce para o início do ano.

Pensando nisso, nós da SellerFy preparamos esse conteúdo para ajudar nossos leitores a compreender a importância de se organizar e como realizá-la de maneira que realmente ajude a sua empresa.

Quer saber mais? Então continue a leitura e confira!

A importância do planejamento de e-commerce para sua estratégia digital


Segundo uma pesquisa realizada pela Webshoppers, em 2019 o setor de comércio virtual cresceu 12% se comparado com o ano anterior. Mas o estudo mostrou que cerca de 80% dessas lojas acabam fechando em cerca de 18 meses, pela falta de preparação.

Dessa forma, é fundamental que líderes e gestores de empresas que possuem comércio virtual, demandem tempo, esforços e recursos para elaborar o planejamento do e-commerce.

Ao fazer isso, a empresa se torna mais preparada para alcançar seus objetivos, assim como também, para possíveis adversidades que possam surgir no caminho.

Basicamente, existem três tipos de planejamento para e-commerce, são eles:

  • estratégico — tem o foco mais voltado para o longo prazo. É neste momento que é feita uma análise mais geral da empresa e é geralmente definido os valores, missões e onde se deseja chegar;
  • tático — focado para médio prazo, é através dele que irá se definir o que cada setor deve fazer na empresa e quais são suas obrigações;
  • operacional — mais voltado para o curto prazo e foca nas ações diárias da empresa.

Início de ano: como fazer um planejamento do seu e-commerce?

Agora que você já sabe a importância de realizar um planejamento de e-commerce, vamos apresentar dicas de como aplicar isso no dia a dia da sua empresa. Confira a seguir.

Envolva toda a sua equipe

É comum que as empresas apenas reúnam líderes e gestores para decidir os próximos passos do comércio eletrônico. No entanto, isso é uma maneira de desperdiçar ideias e talentos.

Os funcionários na linha de frente da empresa possuem uma vivência que o “alto escalão” não possui. O que, muitas vezes, permite que eles tenham uma noção melhor do que realmente acontece no dia a dia da loja.

Procure envolver toda a equipe da sua empresa, para que assim, surjam ideias e questionamentos diferenciados.

Atente-se para datas relevantes do ano

Todo comerciante já sabe daquelas datas comemorativas importantes para qualquer tipo de negócio: natal, black friday, por exemplo. No entanto, também é preciso considerar aquelas datas que são mais específicas para determinado negócio.

Digamos que você possui uma loja de roupas, você pode utilizar a troca de estações para impulsionar a venda de determinados produtos. O mesmo acontece com outras categorias de mercado, basta que você encontre quais são as datas que mais podem favorecer o seu negócio.

Estipule metas e objetivos

Aqui você deve analisar como foi seu último ano, para conseguir traçar metas e objetivos realistas para o seu próximo ano. Assim o seu planejamento de e-commerce fica mais realista, visto que está embasado em dados da sua própria empresa.

Você pode estipular metas e objetivos mensais, trimestrais, semestrais ou anual. Isso dará uma visão melhor para analisar os resultados e para que seus funcionários saibam o que precisam alcançar em cada período.

Analise o mercado de atuação

Independente do tipo de comércio que a sua empresa tem e dos produtos que ela vende, é muito importante compreender como o mercado que você está inserido costuma atuar.

Estude como os concorrentes têm se comportado, quais são os apelos que utilizam para vender os produtos, quais são seus diferenciais e quais as linguagens que eles utilizam para atrair os consumidores.

Isso tudo dará mais base para você fazer um planejamento de e-commerce mais estruturado e que compreenda a realidade do mercado.

Reavalie os seus parceiros e procure por novas soluções

É muito importante que você tenha parceiros de negócio que sejam benéficos para o seu comércio. Por isso, vale a pena reavaliar se eles realmente estão ajudando a sua empresa a conquistar melhores resultados.

Se após a sua análise, você compreender que não, vale a pena procurar por novas soluções que possam se encaixar melhor com o modelo do seu e-commerce.

Invista em marketing

Este é um dos pontos mais cruciais que uma empresa de e-commerce deve se atentar. Afinal de contas, se o seu comércio eletrônico não está sendo divulgado, dificilmente ele será encontrado pelos clientes.

Se possível, conte com uma agência especializada em marketing digital. Assim, você terá a garantia de maior assertividade e eficiência nas suas campanhas. O que irá gerar maior economia nos custos com publicidade, com bons resultados.

Repense a experiência do cliente

Possibilitar uma boa jornada de compra para o consumidor é essencial para que um comércio digital sobreviva. Sendo assim, mesmo que você já esteja gerando uma boa experiência ao cliente, vale a pena repensar o que ainda pode melhorar.

Uma dica é realizar pesquisas com os clientes, para que eles mesmos possam dar a informação do que pode melhorar na experiência do usuário.

Fique de olho nas tendências

Cada vez mais, é necessário que os comerciantes e varejistas fiquem atentos ao que há de novo no mercado. Nascem tendências o tempo todo e quem não se adaptar, pode ficar para trás.

Por isso, quando você for realizar o planejamento de e-commerce, pesquise quais são as novidades que grandes marcas têm adotado e que o público tem recebido bem.

Assim, você corresponderá com o que os consumidores esperam e ainda poderá sair na frente dos seus concorrentes.

Quais erros devem ser evitados ao fazer o planejamento para o ano?


Vender somente produtos

De modo geral, as pessoas não buscam apenas comprar um determinado produto, elas querem uma experiência que resolva determinada dor que tiverem.

Ou seja, se você possui um comércio eletrônico de camisetas, você não deve apenas vender a peça, mas todo o estilo de vida e bem-estar que o cliente estará adquirindo com aquele produto.

Não querer investir

Se você está realizando o planejamento do seu e-commerce, mas não está destinando um capital para investir em publicidade, marketing e divulgação, provavelmente sua loja não terá sucesso.

O comércio eletrônico é tão concorrido quanto o comércio tradicional, se você não se destacar, provavelmente ninguém nem ficará sabendo da sua loja.

Divulgação errada

Além de investir na divulgação, você precisa fazer isso de maneira assertiva. Ou seja, você deve pesquisar e estudar muito bem quem é sua persona, do que ela gosta, como ela consome e até aspectos mais pessoais.

Assim, você consegue realizar campanhas que tenham como foco exatamente quem você precisa impactar.

Como você já deve ter percebido, realizar o planejamento de um e-commerce pode ser bastante complicado se você não tem as instruções e ferramentas necessárias.

Por isso, se você não quer se incomodar com essas questões e focar realmente no que o seu comércio precisa, conte com a SellerFy para facilitar e automatizar o seu e-commerce.

Acesse agora o nosso site e confira o que podemos fazer para a sua empresa!

Leave a Reply