Skip to main content

Vender e vender bem é a razão de qualquer modalidade comercial, sobretudo em tempos de crise quando se busca apresentar diferenciais para superar a concorrência. E quando a venda é bem realizada, passa a influenciar o comportamento dos consumidores, gerando identificação e fidelidade. Isso é o que todos desejam, não é?

Todavia, os melhores objetivos de comercialização podem ser alcançados de modo inteligente se a organização caminhar na direção correta, desde a elaboração do planejamento estratégico até a realização bem-sucedida do serviço pós-venda que traz avaliações positivas e valoriza a imagem institucional.

Uma revenda, por exemplo, pode vender muito mais ao se colocar como marca no mercado para atingir mentes e corações. Mais que identificar um símbolo, a ação permite que os consumidores reconheçam o conceito e os valores de um produto confiável e incentivem outros clientes a fazer as compras com segurança, favorecendo a criação de vínculo entre produto e consumidor.

Preparo x Reação

No jogo da competitividade, há espaço para o comportamento reativo? Claro que não! Antes de tudo, é necessário conhecimento e planejamento para não decepcionar os clientes por desorganização e atendimento desqualificado. Portanto, é mais do que preciso:

  • Estudar o calendário e verificar as tendências do mercado para adequar o estoque;
  • Reduzir custos e preparar a realização de campanhas e promoções em períodos favoráveis;
  • Identificar o público-alvo por meio da obtenção de informações pessoais e preferência;
  • Construir a “persona” para oferecer atendimento personalizado e soluções individuais;
  • Incorporar valores éticos e de responsabilidade social para elevar a confiança na empresa e favorecer a atração de fraqueados;
  • Ampliar os canais de atendimento e as opções de pagamento.

Agressividade é bom?

Na área comercial, o termo agressividade não está ligado a atos violentos, mas refere-se à postura proativa de colaboradores que visa ao alcance de metas e resultados expressivos. Para essa finalidade, exige-se a aplicação de estratégias como:

  • Buscar opções de fornecedores e parceiros comprometidos com os negócios;
  • Manter contato com os clientes e sugerir avaliações de produtos;
  • Demonstrar interesse por satisfazer as necessidades dos consumidores;
  • Oferecer descontos atraentes, programas de fidelidade, bônus e recompensas;
  • Utilizar as redes sociais corretamente e alcançar mais seguidores;
  • Ampliar o mix de produtos e fazer lançamentos continuamente;
  • Usar gatilhos mentais para estimular as tomadas de decisão.

Perfil do consumidor

Os tempos mudaram e o consumidor também mudou. Devido à facilidade de acesso a diversas possibilidades de compras, serviços e bonificações, os clientes escolhem mais, comparam os materiais e verificam as avaliações de outras pessoas que adquiriram os mesmos produtos, antes de concluir os pedidos e aguardar a entrega no conforto do lar. Cada vez mais rigorosos e céticos, os consumidores têm exigido algo a mais dos vendedores. Daí a necessidade de aprimorar as técnicas de vendas e oferecer atendimento personalizado para alcançar as expectativas dos consumidores. Nós também não estamos mais exigentes ao fazer compras?

O papel do líder

A principal tarefa de um gerente ou líder de vendas é criar e manter estruturas de trabalho que favoreçam o desenvolvimento da produtividade de cada colaborador para alcançar os melhores resultados. Desse modo, o aprimoramento profissional pode ser obtido por meio do fornecimento de boas instalações como salas de reunião, ar condicionado, mesas adequadas, equipamentos eficientes, ferramentas digitais e cadeiras confortáveis, sem deixar de lado o cuidado necessário ao desempenho das atividades diárias como apresentação pessoal, alimentação e boas condições de higiene e segurança. Muitas vezes, a simples conversa com os colaboradores acerca de suas necessidades pode trazer resultados incríveis. Você já consultou a sua equipe hoje?

Motivação

Dizem por aí que o segredo do sucesso é motivar sempre para manter a moral das equipes de vendas em alta. Será? Como se faz isso? A apresentação de palestras repetidas e reuniões exaustivas pode gerar resultados negativos e desanimadores. Por isso, vale muito investir em treinamentos diversificados, avaliações, planos de carreira, testemunhos, filmes, confraternizações, happy hours, ações sociais, estratégias de marketing, recompensas, aumento de comissões e outras iniciativas capazes de impactar positivamente e favorecer a disponibilidade de crescimento contínuo de cada vendedor, no sentido de alcançar metas realistas e tangíveis.

Dores dos clientes

De acordo com sites que atuam na defesa dos direitos do consumidor, as principais reclamações dos clientes referem-se à compra de bens de consumo e variam de ofertas falsas, atraso na entrega, cobranças indevidas, extravio de mercadoria e defeito no produto. Essas reclamações têm levado consumidores a serem indenizados através da troca por itens novos ou devolução do valor pago, o que requer mais controle e atenção das empresas para aprimorar tais serviços, evitar perdas e zelar pela imagem.

Tendências

As restrições impostas pela pandemia de Covid-19 aceleraram o desenvolvimento de atividades home office e favorecem a evolução do e-commerce que registrou crescimento de 56% no ano passado. A tendência para o setor é manter a onda de crescimento neste ano. Por isso, cabe investimentos na área para gerar novas oportunidades e possibilidades de expansão dos negócios. Fique de olho!

É preciso se reinventar

Já passou da hora de se adaptar às novas realidades. Foi-se o tempo em que o título de bom vendedor era concedido a quem tinha muita informação sobre as mercadorias e falava bastante. Isso não basta! Além de conhecer bem os produtos e demonstrar habilidades de comunicação, é preciso apresentar diferenciais para conquistar o cliente. Devido às diversas opções oferecidas, a escolha do produto ideal se torna mais difícil e o vendedor tem papel decisivo para auxiliar no processo de decisão de compra, uma vez que as pessoas buscam satisfação. Além disso, o atendimento eficaz contempla todo o esforço aplicado para o desenvolvimento dos negócios, favorecendo a melhor experiência de compra possível, o que pode render avaliações positivas, fortalecer a imagem institucional e ampliar o faturamento.

 

Leave a Reply